quinta-feira, 28 de maio de 2009

Domínio Morfoclimático das Araucárias



É o domínio que ocupa o planalto da Bacia do Rio Paraná,onde o clima subtropical está associado às médias altitudes, entre800 e 1300 metros. Nesse domínio aparecem áreas com manchas deterra roxa, como no Paraná.A floresta de araucária também é conhecida como Mata dosPinhais; é homogênea, aciculifoliada e tem grande aproveitamentode madeira e erva-mate.A intensa ocupação agrária (café, soja) desse domínio é aresponsável pela devastação dessa floresta.


Situação Geográfica
Encontrado desde o sul paulista até o norte gaúcho, o domínio das araucárias ocupa uma área de 400.000 km², abrangendo em seu território cidades importantes, como: Curitiba, Ponta Grossa, Lages, Caxias do Sul, Passo Fundo, Chapecó e Cascavel.

Características do Povoamento
A região das araucárias foi povoada no final do século XIX, principalmente por imigrantes italianos, alemães, poloneses, ucranianos etc. Com isto, os estrangeiros diversificaram a economia local, o que tornou essa região uma das mais prósperas economicamente. Caracterizado por colônias de imigração estabelecidas pela descendência estrangeira, podemos destacar como principais pontos, as cidades de: Blumenau – SC , colônia alemã; Londrina – PR, colônia japonesa; Caxias do Sul – RS, colônia italiana. Mas a vinda desses imigrantes não foi só boa vontade do governo daquela época. O Brasil tinha acabado de terminar a sua guerra com Paraguai, que deixou muitas perdas em sua população, em virtude disso a solução foi atrair imigrantes europeus e asiáticos.


Características Bio-Hidro-Climáticas e Fisiográficas
Atualmente, a vegetação de araucária – chamada de pinheiro-do-Paraná, ou pinheiro-braseleiro – pouco resta, as indústrias de celulose e madeireiras da região, fizeram um extrativismo descontrolado que resultou no desaparecimento total em algumas áreas. Sua condição de arbórea, geralmente com mais de 30 m de altura, condiz a um solo profundo, em virtude de suas raízes estabelecerem a sustentação da própria árvore. A região das araucárias encontra-se no planalto meridional onde a altitude pode variar de 500 metros até cerca de 1.200 m. Isso evidencia um clima subtropical em toda sua extensão que mantém uma boa relação com a precipitação existente nesse domínio, variando de 1.200 a 1.800 mm. Nesse sentido, a região identifica-se com uma grande rede de drenagem em toda a sua extensão territorial. O solo é formado principalmente por latossolos brunos e também é encontrado latossolos roxos, cambissolos, terras brunas e solos litólicos. Com estas características, o solo detém uma alta potencialidade agrícola, como: milho, feijão, batata, etc. As morfologias do relevo se destacam por uma forte ondulação até um montanhoso, o que o representa num solo de fácil adesão a processos erosivos, iniciados pela degradação humana e social.

Condições Ambientais e Economicamente Sustentáveis
Percebe-se atualmente que esta arbórea quase desapareceu dessa região, devido à descontrolada exploração da araucária para produção de celulose. Felizmente, medidas foram tomadas e hoje a araucária é protegida por lei estadual no Paraná. Mas os questionamentos ambientais não estão somente na vegetação. Devido este solo ser utilizado há anos vêem a ocorrer uma erosividade considerada. Em virtude do mesmo, surge a técnica de manejo agrícola chamada plantio direto, que evidencia uma proteção ao solo nu em épocas de pós-safra. Nesse sentido, o domínio morfoclimático das araucárias, que compreende uma importante área no sul brasileiro, detém um nível de conservação e reestruturação vegetal considerável. Mas não se deve estagnar esse processo positivo, pois necessitamos muito dessas terras férteis que mantém as economias locais.

9 comentários:

  1. Olá, gostaria de saber quais são os problemas sociais da araucária gostaria de saber se Você me pode informar Obrigado Matheus!

    ResponderExcluir
  2. OLÁ, ESTOU FAZENDO UM TRABALHO DE MESTRADO E TALVEZ UTILIZA ALGUMAS DESTAS IMAGENS, CASO VOCÊ POSSA FORNECER A AUTORIA DAS FOTOS.
    OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  3. Excelente matéria,ajudou muito na minha pesquisa! Como citou, infelizmente a ocupação humana tem sido intensa nesse domínio morfoclimático.Segundo dados calcula-se que restem apenas cerca de 5% ou 8% da biomassa original da floresta aciculifoliada subtropical.

    ResponderExcluir
  4. Especifica mais o clima...pf! é bem melhor!

    ResponderExcluir
  5. olha, eu ja peguei varios materiais que classificam a mata de araucaria como uma floresta homogenea, mas acho que isso nao é correto. A araucaria nao é a a unica especie vegetal e nao forma um todo homogeneo como as florestas boreais do hemisferio norte. Ela apenas predomina sobre as demais especies vegetais que ocupam o estrato inferior da vegetaçao. Por isso as araucarias recebem maior insolaçao ao crescerem sobre as outras plantas. Portanto acho que esse dominio é HETEROGENEO. Me corrija se estiver errado, eu agradeço

    ResponderExcluir
  6. Adorei!! Pesquisa de geografia ta na mão! Mt mt mt obg!!!!

    ResponderExcluir
  7. Eu simplesmente gostei so que eu achei que devia ter mais coisas. Tipos Explicando mais sobre ele :/

    ResponderExcluir